segunda-feira, 14 de março de 2011

Construindo um legado.

Tenho paixão pela vida. Amo pessoas. Sou muito emotivo. Certa vez estava lendo um trecho da história de Gandhi e quando li que ele, já velho, andou descalço por 180 quilômetros marchando com uma multidão por um objetivo comum, saí andando extasiado. Naquele fim de tarde andei por 23 quilômetros e anoiteci em uma rodovia vicinal. Gastei literalmente meus chinelos.

Enquanto caminhava, extasiado, sentia-me feliz, sorria e falava sozinho. No caminho, passei por uma ponte sobre um grande rio. Fiquei por instantes olhando para aquele paraíso, delirando. Aquela paisagem, com sua grandeza e silêncio, me trazia a sensação de estar no quintal de casa. Eu pensava: Deus é meu pai, a terra é sua casa, estou no quintal do meu pai. Foi algo marcante, diferente. Fiz isso influenciado pela história de Gandhi, o homem que amava pessoas.


Gandhi foi um grande homem. Com sua humildade e foco, influenciou e transformou a vida de milhões de pessoas. Mas era um homem comum, como todos nós, um homem que deixou um legado de compromisso com a vida.

A história dele me faz pensar no poder, na forma como o poder seduz os homens e os atrai instintivamente. Gandhi não parece ter buscado poder e nem tê-lo tido formalmente. Esse é o ponto, os homens correm desenfreados atrás do poder, imaginando esse como único caminho para liderar e influenciar pessoas.

Lutar por sonhos, conquistas, riquezas é algo essencialmente salutar. Mas, insaciáveis, queremos mais, nossa sede em muitos momentos é pelo poder, o desejo de dominar, estar por cima, implicitamente para vencer o medo que nos assola. Os medos que tanto nos atingem tornam a vida insossa e bem difícil. Entretanto, ter poder é algo tão fútil como flores murchas, nuvens que se desfazem, rastros que se apagam, não nos faz mais corajosos, apenas nos reveste de uma couraça, admirável, é verdade, mas bem fugaz.

E o poder perverte, pelo menos a maioria das pessoas, porque disfarçado o medo, intensifica-se aquilo que realmente são. Aí vira uma lambança. Pense em quantos políticos, empresários, artistas, ditadores e líderes religiosos conhecemos assim. Pisam em pessoas, traem, maltratam, discriminam e por aí vai, encantados pelo poder, protegidos pela capa fugaz do poder. Salomão disse que a soberba precede a ruína.

Pé no chão! O que nos sobra? Ao invés de pensar em como agir corretamente se tivéssemos grande poder, é melhor aprender a lidar com as pequenas doses que naturalmente temos, por conta das engrenagens da vida: trabalho, família, amigos. Essas doses sim, em boa medida são capazes de nos fazer grandiosos, encarando os medos que consciente e inconscientemente fomos colocando na nossa bagagem, enfrentando-os, vencendo-os, sem a necessidade de nos entregarmos a uma sede desenfreada de poder como sentido para a vida. Assim foi com Gandhi, grandioso pelo compromisso bem resolvido com a vida.


A vida me proporciona experiências tão simples e marcantes, ricas e capazes de me fortalecer e dar sentido à minha caminhada. Viver em família, conviver com o meu filho, levá-lo à escola, tocar com ele, ver filmes, conversar, dormir contando histórias. E quando saio de casa todos os dias, peço a Deus que me ajude a escrever um bom capítulo na história da minha vida. Lembro-me sempre da verdade poderosa: “As pessoas se lembrarão de você pelas experiências que proporcionou a elas”.

Pedra sobre pedra, construção diária de uma história, de um legado. É no cotidiano que pretendo acertar mais, não falhar, olhar para dentro, melhorar, ser verdadeiro e transparente sempre, conviver amistosamente com minhas conquistas, e lutar por elas e por mais, sem abrir mão dos meus valores e sem deixar de enxergar aquilo que pra mim é eterno. Quero proporcionar boas experiências às pessoas à minha volta, quero ser influenciado por elas também. Frank Capra, conhecido diretor de cinema americano, é lembrado principalmente por seu filme “A felicidade não se compra”, em que um homem com a vida arruinada nos negócios é convencido de não cometer suicídio. Um anjo da guarda lhe mostra como sua vida influenciou positivamente as pessoas ao seu redor e que tudo teria tido desfecho diferente, muitos teriam sido infelizes se ele não tivesse existido.

Estou em construção, tenho consciência disso. Todos estamos. Quero ser melhor, consertar meus erros. Pedra sobre pedra, dia após dia, construir um legado com visão, compromisso, humildade, como fez Gandhi.


                                                                                                     Por Jairo Brito

28 comentários:

  1. Texto incrível Jairo. Gostei muito.

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto Jairo...“As pessoas se lembrarão de você pelas experiências que proporcionou a elas”...

    bjos

    Ellen Brito

    ResponderExcluir
  3. Jairão, que o poder da escolha seja um espelho do poder da palavra! Abração. Dreco.

    ResponderExcluir
  4. Está lindo mesmo!!! Se cada um de nós caminhássemos como Gandhi, tudo seria diferente!!! Beijos!! Paloma

    ResponderExcluir
  5. Belo post Jairo!
    Esta é a questão, estamos em construção, e espero terminar (entender) tudo antes que seja tarde!


    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pelo texto Jairo, faz repensarmos nossas prioridades.

    Sérgio Gomes

    ResponderExcluir
  7. Jairo, muito bom cara,
    escreva mais...

    Hudson

    ResponderExcluir
  8. Excelente reflexão Jairo!
    Se cada um de nós encarar a vida dessa maneira certamente já estaríamos contribuindo para termos a nossa volta um mundo muito melhor.

    Grande Abraço
    João

    ResponderExcluir
  9. Olá meu amigo Jairo,

    Parabéns pelas palavras e amor a vida e a Deus que você nos transmitiu nesse texto. Hoje como quis o destino nos encontramos pessoalmente no evento após verdadeiras palavras da Marina Silva e rapidamente falamos do post. Como comentei, vc já contagiou a todos nós da Microsoft Interior, com o seu jeito humano e feliz de encarar a vida.

    Ao final do dia cheguei em casa como sempre faço agradeci a Deus por ter uma família linda e brinquei como nunca com os meus filhos até eles cairem de sono nos meus braços. Valeu !

    Parabéns meu amigo, como você mesmo diz.
    "VOCE É O CARA"

    Feliz em trabalhar contigo !

    Abração,
    Rodrigo Regazzo

    ResponderExcluir
  10. Jairo,
    Excelente texto, estou repassando pros meus amigos. me fez pensar no seguinte:
    Se somos donos daquilo que damos (nosso legado) o que realmente está em nossas mãos só administramos mas não nos pertence.

    Keep Walking...

    "Trans-Siberiana nos espera".

    ResponderExcluir
  11. Nossa Jairo, que texto lindo e marcante!!!

    Nossa vida é gerada a partir do amor e de sonhos, somos filhos de Dues e devemos nos amar, respeitar e mais que isso nos ajudar.

    Um ótimo texto para reflexão, que nos faz pensar muitas outras coisas, que nos inspira!!

    Parabéns,
    Fernanda Bueno
    Lenovo

    ResponderExcluir
  12. Palavras muito sabias, Jairão! Ao ler seu texto orei a Deus pedindo que consiga espelhar essas verdade na minha vida...vida simples, vivendo o Reino, buscando a Deus, tocado por Ele e tocando as pessoas, através dEle.

    Obrigado Cara!

    Rogerio Pasqualino

    ResponderExcluir
  13. É isso mesmo Jairo, belo texto.
    Não existe nada grande que não seja feito de coisas pequenas. Pedra sobre pedra.

    Um abraço.

    Ronye Tonini

    ResponderExcluir
  14. Sem palavras Jairo.

    Parabéns,

    David Oliveira

    ResponderExcluir
  15. Jairo, parabéns pelo texto! Realmente muito marcante: “As pessoas se lembrarão de você pelas experiências que proporcionou a elas”.

    Da mesma maneira adoro uma frase que diz: "Ao passarmos desta para outra, levaremos somente as experiências que nos permitimos ter durante a vida."

    Deselho-lhe mais inspirações e agradeço pelo texto.

    um abraço.

    ResponderExcluir
  16. Grande Jairo,

    Fantástico texto... como queremos ser lembrados ?

    Um abraço,
    Marlon

    ResponderExcluir
  17. parabens pelo texto...edificante.. continue assim.

    Ademir Machado

    ResponderExcluir
  18. Papai seu texto é lindo, escreva mais
    Pedro Augusto

    ResponderExcluir
  19. Jairão, entendo que este belo texto tem inspiração na vida e por isso digo: Viva a vida! Grande é o autor da vida: nosso Deus e Pai.

    Misael Bizeli

    ResponderExcluir
  20. Jairo, parabéns! É incrível como palavras e atos perduram com o tempo e nos fazem refletir o que significa para nossa vida, tão intensa que não conseguimos entender o que é FELICIDADE, o que é SER FELIZ. Abç. Wande

    ResponderExcluir
  21. Muito BOM!!!! parabens meu amigo!
    - Ass. Omar Pons

    ResponderExcluir
  22. Jairo Sua mensagem inspirará outras pessoas a refletirem que construímos nossa existência todos os dias e não em pequenos eventos. Gandhi nos mostra o poder da disciplina e continuidade diante nossos ideais e valores. No final quem ganha é o Universo. Parabens

    Alberto Lira

    ResponderExcluir
  23. Muito bom, mensagem como essas nos faz refletir em nosso cotidiano, e como estavamos a nossa vida...parabens

    Wictor - Sup. Luzitana

    ResponderExcluir
  24. Meu Amigo Jairo, muito bom concordo valorizar as pequenas conquistas, acompanhar o Filho e Familia é o segredo do sucesso

    ResponderExcluir
  25. Querido...adorei o seu texto e tomei a liberdade de postá-lo no meu facebook.
    Saudades. Beijos. Amo vocês!

    ResponderExcluir
  26. Jairao Parabens, você é um cara nota dez!!! Sabias palavras meu irmão!!!

    André Lima

    ResponderExcluir